quinta-feira, 29 de julho de 2010

É cada paracé...

Postado por Aline Brito às 23:53
Sou professora de português e redação, e vejo certas coisas escritas por aí que dão gastura... hihi
 
Sinceridade...

Crê em Deus Pai.
Como assim?
Sei... Já entendi.
Olha, faz medo falar do "cara", mas que é engraçado, é!
Que chique isso.
Falta de coleguismo, minha gente!
Não sei quem faz mais merda nessa história...
Será da prefeitura de...?
Como assim? (2)
Também quero!
As palavras parônimas já confundem o povo. Tenho pena.
Isso é o cúmulo do aportuguesamento.
É parecido, mas...
Como dia Lui, "interessante..."
Olha as parônimas aí novamente. Aguento isso?!
Não diga!

Pois é, sou obrigada a conviver com isso. É pra rir ou chorar? Vida difícil...

4 comentários:

Dos Anjos on 3 de agosto de 2010 09:17 disse...

Bulância de Buerarema.

Patricia disse...

Bulância de Banzaê

Neeser on 17 de abril de 2016 20:07 disse...

Até que gostei do "Lã Rause", já que ninguém fala mais "ciber-café" (Hehehehe!)... Sempre achei estrangeirismo uma breguice e uma falta de auto-estima com nossa própria língua. Acaso os estadunidenses (cuja maioria pensa que nós, brasileiros, falamos Espanhol) usam estrangeirismos em Português? Então, se é para aportuguesar estrangeirismos, vamos aportuguesar para valer!!!

Neeser on 17 de abril de 2016 21:08 disse...

Até que gostei do "Lã Rause", já que ninguém fala mais "ciber-café" (Hehehehe!)... Sempre achei estrangeirismo uma breguice e uma falta de auto-estima com nossa própria língua. Acaso os estadunidenses (cuja maioria pensa que nós, brasileiros, falamos Espanhol) usam estrangeirismos em Português? Então, se é para aportuguesar estrangeirismos, vamos aportuguesar para valer!!!

Postar um comentário

 

Tinha de ser ela... Por Aline Brito | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2010 | Engenharia e Design de Marlos Ross