segunda-feira, 1 de março de 2010

Aí eu dou razão aos homens...

Postado por Aline Brito às 22:52
SEM SEXO ATÉ 2010

 Luis Fernando Veríssimo

 Eu nunca havia entendido porque as necessidades sexuais dos homens e
 das mulheres são tão diferentes.

 Nunca tinha entendido isso de 'Marte e Vênus'.

 E nunca tinha entendido porque os homens pensam com a cabeça e as
 mulheres com o coração.

 Uma noite, na semana passada, minha mulher e eu estávamos indo para a cama.
 Bem, começamos a ficar a vontade, fazer carinhos, provocações, o maior
 'T' e, nesse momento, ela parou e me disse:
 - Acho que agora não quero, só quero que você me abrace...

 Eu falei: - O QUEEE???

 Ela falou: - Você não sabe se conectar com as minhas necessidades
 emocionais como mulher.

 Comecei a pensar no que podia ter falhado. No final, assumi que aquela
 noite não ia rolar nada, virei e dormi. No dia seguinte, fomos ao
 shopping.
 Entramos em uma grande loja de departamentos. Fui dar uma volta
 enquanto ela experimentava três modelitos caríssimos. Como estava
 difícil escolher entre um ou outro, falei para comprar os três. Então,
 ela me falou que precisava de uns sapatos que combinassem a R$ 200,00
 cada par. Respondi que tudo bem.
 Depois fomos a seção de joalheria, onde gostou de uns brincos de
 diamantes e eu concordei que comprasse. Estava tão emocionada!!!
 Deveria estar pensando que fiquei louco. Acho até que estava me
 testando quando pediu uma raquete de tênis, porque nem tênis ela
 joga.. Acredito que acabei com seus esquemas e paradigmas quando falei
 que sim. Ela estava quase excitada sexualmente depois de tudo isso.
 Vocês tinham que ver a carinha dela, toda feliz!

 Quando ela falou: - Vamos passar no caixa para pagar, amor?

 Daí eu disse: - Acho que agora não quero mais comprar tudo isso, meu bem...
 Só quero que você me abrace. Ela ficou pálida. No momento em que
 começou a ficar com cara de querer me matar, falei: - Você não sabe se
 conectar com as minhas necessidades financeiras de homem.

 Vinguei-me! Mas acredito que o sexo acabou pra mim até o Natal de
 2010

4 comentários:

Aline Brito on 2 de março de 2010 00:22 disse...

Acrescentando:
Veríssimo é superlativo sintético de vero, do latim verdadeiro, ou seja, Muito verdadeiro!!!!!

Jornalismo.com on 2 de março de 2010 00:25 disse...

Muito boooom...Adoro Veríssimo

=)
bj

~{★daniєlvictσя} on 2 de março de 2010 02:30 disse...

Muuuuuuuuuito bom! kkkkkkkkk

Adorei! HAHAHAHAHAAHAHH

Leninha Soares on 15 de março de 2010 22:36 disse...

rsrsrs


"BOm, bom, bom não tá, mas, tá bom tá bom..." rsrsrs ( = ou - isso)


Vai que todos homens resolvam se vingar dessa maneira! kkkkkkkkk

Postar um comentário

 

Tinha de ser ela... Por Aline Brito | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2010 | Engenharia e Design de Marlos Ross