quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Mosaico

Postado por Aline Brito às 11:35
Eu não sei dizer o que quer dizer o que vou dizer. Quem sabe o príncipe virou um chato? Bobeira é não viver a realidade, e eu ainda tenho a tarde inteira. O que quer que eu diga você não vai entender. Mas se eu digo "venha!" você traz a lenha pro meu fogo acender. Eu fico pensando em nós dois, cada um na sua. Venha sugar o calor de dentro do meu sangue vermelho! Tão vivo, tão eterno veneno, que mata sua sede, que me bebe quente como um licor. Deixa ser pelo coração: se é loucura, então melhor não ter razão. Meu mundo você é quem faz, música, letra e dança. Eu ontem tive um sonho, sonhava que você beijava a minha boca, era tão bom, ia deslizando no meu corpo. Gritei para o horizonte, e ele não me respondeu. E então fechei os olhos, sua voz assim me bateu.

2 comentários:

Rafael on 16 de setembro de 2009 12:25 disse...

"Gritei para o horizonte, e ele não me respondeu."

Porque você gritou baixo.


PS.: Gostei do seu blog

Aline Brito on 21 de outubro de 2009 08:56 disse...

Valeu, Rafael. Volte Sempre - hehe.

Postar um comentário

 

Tinha de ser ela... Por Aline Brito | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2010 | Engenharia e Design de Marlos Ross