sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O guarda-chuva de Brasília

Postado por Aline Brito às 23:27

Na minha primeira viagem pra longe que fiz sozinha, indo pra Goiás Velho - GO, resolvi aproveitar o tempo livre pra dar uma olhada nas lojas do aeroporto de Brasília, onde fiz escala. Fui passeando e pensei: "Tenho que comprar alguma coisa aqui. É minha lembrança desse lugar". Numa loja cheia que coisinhas interessantes, encontrei um guarda-chuva que não era muito bonito, mas valia a pena levar esse presente pra mim mesma (e olha que eu nem tava precisando de um). Custava 27 reais o tal, um tanto carinho pras minhas condições, mas também não é todo dia que a gente está no aeroporto da Capital do país. Então retirei o objeto da prateleira e, enquanto caminhava até o guichê, olhei melhor e só aí vi um zero a mais no preço... Isso mesmo que vocês pensaram, o guarda-chuva custava 270 reais!!! Deus me livre, por esse preço eu canto no temporal mesmo.
E agora a vergonha, já que isso foi no curto caminho até o caixa? O jeito foi fazer uma pirueta de bailarina mal ensaiada, recolocar a coisa no lugar certo e sair de fininho, abandonando, de forma precoce, o meu papel de compradora, e recolhendo ao meu inicial papel de "olhadora de vitrine", pra não piorar o vexame, paracé de tabaréu.

2 comentários:

Alane on 10 de outubro de 2009 14:40 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk

Tantas coisitas bunitinhas no aeroporto de Brasília e vc queria um guarda-chuva??????????? de ouro ainda? kk
vc n existe Macuco! rsrsrsrs
tinha de ser ela! hihihihihi
bem feito

bjus

Leila Arruda "De maçã com canela..." on 10 de outubro de 2009 23:09 disse...

Nem acredito que tô lendo isso!

Sono!

Postar um comentário

 

Tinha de ser ela... Por Aline Brito | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2010 | Engenharia e Design de Marlos Ross