sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Tô nem aí

Postado por Aline Brito às 09:32

A gente aprende desde pequeno que tem que seguir algumas regras de etiqueta. Alguns elementos, algumas características da etiqueta, da moda, da culinária dão uma boa pesquisa, dão "pano pra manga". Outras regras dessas, acho muito engraçadas, e simplesmente não obedeço: não tô nem aí pra elas.
Me surpreendi nessa semana com um programa de TV sobre moda em que a apresentadora reclamava da calça "coronha" de uma "candidata a ser salva pelo Esquadrão da Moda", mas sugeria uma tal de calça cenoura que, se eu não estou cega, é coronha, ora bolas! Disse também que não é mais pra usar mule, um tipo de tamanco originado no Marrocos. O que eu vou fazer com minhas mules então? Jogo fora?
Atenção, homens: se for usar terno azul marinho, deve colocar camisa cinza pastel (você tem alguma dessa cor?), gravata grenat, cinto e sapatos pretos e meias azul rei (essas cores são mais metidas a besta do que eu).
Vejam o que encontrei num site sobre Boas maneiras à mesa:
Conversação. À mesa, converse tanto com seu vizinho da esquerda quanto da direita, e com os convivas à sua frente, e participe preferencialmente do interesse geral pelo que dizem o anfitrião e a anfitriã. Conserve uma atitude atenta sem ser tensa ou ansiosa. Cuidado com os efeitos das bebidas e do café.
Mas é cada uma! Até nisso querem se meter. Eu converso com quem eu quiser, bebo o tanto de café que eu quiser, mas a bebida é bom maneirar mesmo - rsrsrs. Sempre me lembro de que, durante a refeição, devo descansar a faca sobre o prato, e não ficar segurando no ar (mas é assim que eu faço).
Misturar comidas proibidas é algo que sempre chama a atenção das pessoas, mas eu adoro misturar. Vocês já experimentaram efó com vatapá e arroz juntos, como se fosse uma massa especial? Uma delícia! E se tiver farofa de dendê, fica melhor ainda!
Palito de dente é algo abominado dos manuais de etiqueta. Eu confesso que não sei usar palito, não sei mesmo. Mas é claro que acho super-engraçado quando vejo alguém com a mãozinha tentando esconder a boca pra usar o palito. Já li num livro de Danusa Leão, Na sala com Danusa, que se for usar palito, você deve se trancar no banheiro e ainda apagar a luz. Nossa, que exagero!
Tem até manual de etiqueta com as diferenças nas regras para avião, ônibus, trem etc. Encontrei também uma coisa muito engraçada, etiqueta para casamento no interior: "Uma pessoa da família da noiva que tenha uma boa caligrafia poderá fazer cartõezinhos com o nome de cada convidado indicando o seu lugar". Mas que interiorzinho mais chiquetê, nem combina. E sabia que é a senhora que estende a mão ao homem, pois a ela cabe a iniciativa do cumprimento? 
E se eu fizer isso e o cara perguntar: "Pra que essa mão aê?" kkk. Eu é que não vou correr esse risco. Se alguém estiver prestando atenção em mim, vai perceber que de etiqueta eu só entendo pra "mangar", algo em que estou me tornando uma especialista. 

1 comentários:

Alane on 2 de outubro de 2009 10:58 disse...

(1) Aff..tô nem aí mesmo..eu quero é macarrão com feijão! kkkkkk...

(2) E ainda riram pq vc usou sandália aberta com meias neh Macuco? é chiq ,truque styling destacado na temporada primavera-verão 2009!!!

Ah, moda é a gente quem faz! acho justo!

beijos!!!!!!!

Postar um comentário

 

Tinha de ser ela... Por Aline Brito | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2010 | Engenharia e Design de Marlos Ross